Comunicado

Após as afirmações proferidas na última reunião pública do Executivo da Câmara Municipal da Covilhã (CMC) pelo Senhor Vereador com o pelouro do Ambiente, José Armando Serra dos Reis, que citamos: “(…)nós temos uma residência académica por cima da Fonte Santa junto ao edifício das engenharias. E junto a essa residência, no leito da ribeira, estão montes de garrafões de plástico e computadores desactivados. De quem são esses computadores? Não são de uma população qualquer. São dos nossos estudantes dessa residência.”, a Associação Académica da Universidade da Beira Interior (AAUBI), na condição de representante de todos os estudantes da Universidade da Beira Interior (UBI), vem por este meio distanciar-se deste tipo de discurso, manifestando o seguinte: – A AAUBI lamenta e condena os atuais níveis de poluição alarmantes das Ribeiras da Goldra e da Carpinteira; – A AAUBI informa que não existe qualquer “residência académica” junto da “Fonte Santa”, na Ribeira da Goldra, o que revela um desconhecimento que consideramos grave, por parte do Sr. Vereador, sobre a realidade do Ensino Superior na Covilhã; – A AAUBI rejeita quaisquer acusações, sem indícios ou provas, que liguem diretamente a poluição existente na Ribeira da Carpinteira e da Goldra aos estudantes da UBI, como é o caso, considerando-as como graves e que desrespeitam, difamam, discriminam e injustiçam os estudantes da UBI; – Embora a AAUBI não tenha participado em qualquer manifestação climática que decorreu este ano, esta continuará a apoiar e a integrar, como sempre fez quando contactada para o efeito, qualquer ação, sejam elas da iniciativa de organizações estudantis ou outras, que visem sensibilizar a comunidade para as causas da proteção e do respeito do Ambiente; – A AAUBI rejeita a premissa do Sr. Vereador, de que deverão ser os estudantes da UBI, num contexto de “praxe”, a efetuarem a limpeza das ribeiras da cidade, quando esta é uma responsabilidade, ao longo de todo o ano, da CMC e das entidades contratadas para o efeito, devendo estas dispor dos recursos humanos suficientes para garantir isto. No entanto, reiteramos que a AAUBI se encontra sempre disponível a integrar e mobilizar os estudantes para atividades de sensibilização e promoção da defesa e manutenção do Ambiente e património natural, podendo estas envolver limpeza, quando em conjunto com os responsáveis por estas responsabilidades e dirigida a toda a comunidade local. – Perante o ocorrido, a AAUBI vem exigir ao Senhor Vereador José Armando Serra dos Reis, um retratamento público aos estudantes da UBI pelas afirmações proferidas. Ainda que a AAUBI não promova qualquer atividade relacionada com a “praxe”, no início de todos os anos letivos organiza um vasto programa de atividades de integração solidária para os novos estudantes da UBI, com a duração de uma semana. Como instituição que representa milhares de estudantes e, ciente da sua missão social e cívica, informamos que estava já programado incluir atividades para a sensibilização da proteção e preservação ambiental e do património natural da cidade da Covilhã, com o intuito de integrar os estudantes de forma positiva e contribuir para a qualidade, valorização e proteção do Ambiente.

Pela direcção da Associação Académica da Universidade da Beira Interior.

https://drive.google.com/file/d/12QhDIn3nxU3aYcLHNvqe9c4oboNiMAdG/view?usp=sharing

Partilha isto: