+ Academia: Café Literário com Ana Cristina Silva

 Ana Cristina Silva foi a mais recente convidada da tertúlia Café Literário, que teve lugar na Casa com História, no dia 3 de abril, pelas 21h. A sessão que se inseria na programação do Industrial – Covilhã Art Fest, contou com a apresentação de Graça Rojão, diretora da CooLabora e com a organização da Câmara Municipal da Covilhã.

  Natural de Lisboa, Ana Cristina Silva é docente no Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida (ISPA-IU), e doutorada em Psicologia da Educação. Venceu diversos prémios, nomeadamente o literário Fernando Namora, no ano de 2017. Até à data, escreveu doze romances, sendo o mais recente «As longas Noites de Caxias».

A obra retrata duas mulheres que viveram de forma intensa a ditadura e que se baseia numa figura “tão terrível como fascinante” – a mulher que chegou ao topo da hierarquia da PIDE. De acordo com Graça Rojão, é um livro que emociona e de extrema importância, uma vez que aborda uma outra vertente da história da resistência “descreve-nos aquele que era o papel das mulheres na PIDE e que sempre foi pouco falado. É fascinante a forma como resgata a nossa história coletiva, através da voz das personagens”.

  Manuel Antunes, de 58 anos, natural da Covilhã, expressou-se sobre a tertúlia literária: “foi muito importante, pois deu a conhecer uma excelente autora que escreve sobre problemas socias que são frequentemente renegados pela sociedade em que vivemos. A Câmara Municipal deveria continuar a apostar na realização de eventos como este, uma vez que promovem a cultura e dinamizam o turismo”.  

O Café Literário contou também com um breve debate e a participação do público. O evento terminou com uma sessão de autógrafos da autora da obra.

Partilha isto: