+Academia: FAL apresenta mestrados ao corpo estudantil

Decorreu na passada terça-feira, dia 26 de março, uma exposição de mestrados na Faculdade de Artes e Letras da Universidade da Beira Interior (UBI). Foi no Anfiteatro da Parada, perante um público bem composto, que docentes e respetivos alunos procederam à apresentação e divulgação de sete mestrados.

A sessão teve início às 9h00, com a apresentação do mestrado em Estudos Lusófonos, na qual a diretora de curso Maria Sardinha defendeu o prosseguimento dos estudos após a conclusão da licenciatura, declarando que “a educação é um investimento, não um gasto”. Posteriormente, realçou a importância dos Estudos Lusófonos em questões humanitárias “como a que se verifica em Moçambique, onde são necessários locutores que estejam à vontade em termos linguísticos e culturais com a população afetada”. Segundo a docente, o 2º ciclo de Estudos Lusófonos oferece estas vertentes.

O segundo mestrado a marcar presença foi o de Estudos de Cultura, apresentado pelo diretor do curso Urbano Sidoncha. O mestrado que conta com apenas dois anos de existência, nasceu através de “uma forte ligação e compromisso com a comunidade”. As associações do mestrado com projetos fora da universidade não ficaram por mencionar, nomeadamente as desenvolvidas com o Rock In Rio Academy, com a Antena 2, na qual os alunos de 2º ciclo têm oportunidade de contribuir para o programa “No Interior da Cultura”, bem como com a candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura, tendo sido salientado que os alunos deste mestrado estarão envolvidos na elaboração da mesma.

De seguida, foi a vez do mestrado em Cinema marcar presença na palestra, tendo o docente Paulo Cunha elogiado o equilíbrio que o curso oferece relativamente à teoria e prática cinematográfica, não deixando de salientar as formas de conclusão do mesmo (estágio ou desenvolvimento de um projeto cinematográfico). A exposição deste mestrado foi concluída com a exibição de uma curta-metragem desenvolvida por uma aluna do respetivo curso.

Seguiu-se a divulgação do mestrado em Jornalismo, tendo sido realçado o seu papel determinante no reforço das competências adquiridas na licenciatura em Ciências da Comunicação, assim como a dupla vertente em que este está inserido (área da investigação e numa área “profissionalizante”, mais virada para a aplicação prática das competências que o campo do jornalismo requere). O docente Ricardo Carvalheiro evidenciou ainda a crescente internacionalização e diversificação cultural verificada nos mais recentes alunos que ingressaram no mestrado em questão, assim como as variadas iniciativas e parcerias com instituições e empresas em que o curso está envolvido.

O mestrado em Comunicação Estratégica: Publicidade e Relações Públicas foi o que se seguiu, tendo-se apresentado um vídeo elaborado por alunos do 2º ciclo em que estes enumeram as razões de terem escolhido o plano de estudo em questão. Design e Desenvolvimento de Jogos Digitais foi o penúltimo mestrado a ser divulgado, tendo o empreendedorismo e a proximidade entre o corpo estudantil sido as qualidades realçadas na apresentação do mesmo.

O último mestrado a entrar em cena foi o de Ciência Política, tendo o docente Luís Madeira posto em evidência a multiculturalidade e diversificação que se constata nas áreas de formação do ramo mencionado. Posteriormente, declarou que quem “acha que tem um papel a desempenhar no espaço público e na comunidade, tem oportunidade de fazer a diferença ao ingressar no mestrado em Ciência Política”, salienta.

O presidente da Faculdade de Artes e Letras, José Rosa, após o término da exposição, fez notar o seu agrado, tendo ficado “com uma impressão extremamente positiva, existindo um sentido de criatividade e vivacidade nos alunos”. Realçou ainda a importância da publicidade sobre a UBI que é feita de boca-a-boca sendo “essencial que se faça uma publicidade em modo real por parte de cada um”. Finalmente, considerou que o ensino de proximidade que se verifica na UBI é um aspeto que explica o crescente número de estudantes provenientes dos grandes centros universitários que decide prosseguir os estudos na UBI.

Partilha isto: